Quem somos

Associe-se

O Sindicato

A atuação do SIGRARJ se dá por meio da defesa dos interesses gerais do setor gráfico fluminense e da oferta de benefícios aos associados, sempre buscando a melhoria do ambiente de negócios do estado e o fortalecimento das empresas. Destacam-se a conciliação nos dissídios de trabalho, a participação nas discussões da Convenção Coletiva com o sindicato laboral e a atuação junto aos órgãos públicos e privados para a solução de gargalos que impactam a competitividade e a produtividade das indústrias gráficas do RJ.

A base territorial do SIGRARJ abrange 36 municípios do estado do Rio de Janeiro: Araruama, Areal, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Belford Roxo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Comendador Levy Gasparian, Duque de Caxias, Guapimirim, Iguaba Grande, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Mangaratiba, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Paracambi, Paraíba do Sul, Queimados, Rio Bonito, Rio das Ostras, São Gonçalo, São João de Meriti, São José do Vale do Rio Preto, São Pedro da Aldeia, Sapucaia, Saquarema, Seropédica, Silva Jardim, Tanguá e Três Rios.

A História

Fundada em 30 de novembro de 1959 por um grupo de empresários de Niterói, a Associação Profissional das Empresas Gráficas do Estado do Rio de Janeiro já almejava um dia se tornar um sindicato.

Desde maio de 1958, várias reuniões foram realizadas, e a primeira, segundo os registros, no dia 1º daquele mês e ano. Na relação com 19 empresários, podemos listar na ordem das assinaturas dos seus respectivos representantes as empresas Gráfica Falcão, Gráfica Waldeck, Lessa e Cia Tipografia, Gráfica Vasconcellos, Gráfica Araribóia, A Renovadora, Estabelecimento J. Gonçalves, Gráfica Niterói, Gráfica Resende e Tipografia Cerbino.

Em 30 de junho de 1961, após Assembleia Geral presidida pelo Sr. Manoel Thélio Marinho Falcão, onde compareceram 43 empresários, começava a ser providenciado, junto ao Ministério do Trabalho e Previdência Social, a investidura sindical daquela associação. Na pauta seguinte daquela assembleia, também deliberaram a alteração da denominação para Associação Profissional das Empresas Gráficas Fluminenses, a aprovação do seu Estatuto e sua área de abrangência, ou seja, a base territorial da entidade.

Logo após esta Assembleia, outros empresários aderiram à ideia e caminharam juntos para tornar realidade o sonho de ter em Niterói a sede de um sindicato estadual. Vários requerimentos tramitaram em Brasília com a finalidade específica de obter a “Carta Sindical”, que reconheceria a entidade de classe como representante oficial da categoria gráfica em todo estado do Rio de Janeiro.

Finalmente, em 29 de agosto de 1962, a garra e a determinação daqueles empresários logrou êxito. O Ministro de Estado dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio, Exmo. Sr. Hermes Lima, transformava aquela Associação em uma forte entidade de classe.

Transcrevendo o conteúdo da carta: “FAZ SABER a quantos esta Carta virem que, atendendo ao que requereu a Associação Profissional das Indústrias Gráficas do Estado do Rio de Janeiro, com sede em Niterói, RJ, resolve aprovar os respectivos estatutos e reconhecê-los sob a denominação de Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Rio de Janeiro, como sindicato representativo das categorias econômicas integrantes do 12º grupo – Indústrias Gráficas – do plano da Confederação Nacional de Indústria na base territorial no Estado do Rio de Janeiro com sede em Niterói, RJ, de acordo com regime instituído pelo decreto-lei nº 1.402, de cinco de julho de 1939. E, para firmeza, mandou passar a presente Carta, que vai por ele assinada.”

Podemos imaginar a emoção e o sentimento de missão cumprida dos empresários que tanto fizeram para conquistarem o direito de defender a categoria que escolheram como empreendedores. Com o decorrer do tempo, até por uma questão de localização, outras associações foram surgindo em municípios vizinhos, que mais tarde se tornaram também um sindicato, como é o caso do Rio de Janeiro, Friburgo, Teresópolis, Campos, Volta Redonda e Itaperuna.

Aderbal Falcão – Presidente SIGRARJ